Montemor-o-Novo. Sabores e Saberes do Povo

sexta-feira, agosto 29, 2008

Fazendeiros regressam ás origens

Os fazendeiros de amanhã: O Futuro
Foto - CMMN

Os fazendeiros de amanhã: O Futuro

Foto - CMMN


Rancho Folclórico de Canelas - Vila Nova de Gaia


Foto - CMMN



Rancho Folclórico de Canelas - Vila Nova de Gaia


Foto - CMMN

Fazendeiros


Foto - CMMN



Fazendeiros


Foto - CMMN




Adiafa com as gentes das Fazendas


Foto - CMMN





Fazendeiros de Montemor-o-Novo regressam da Alemanha e retornam ás origens

(Fazendas de Montemor)




Foi no dia 14 de Agosto que os Fazendeiros de Montemor-o-Novo chegaram da Alemanha, onde participaram num importante Festival, tal como já aqui foi publicitado. Passados alguns dias de descanso, aliás, bem merecidos , os Fazendeiros de Montemor-o-Novo retornam ás suas origens. No ano em que este agrupamento comemora os seus 50 anos tinha de ser. Os Fazendeiros de Montemor, tiveram que actuar nas Fazendas de Montemor-o-Novo. Numa organização conjunta entre o grupo, a autarquia local e o Grupo Desportivo do Paião, foi possivel realizar uma noite de folclore integrado nas Tradicionais Festas do Paião. Numa homenagem aos homens e mulheres do Norte que aqui trabalharam há longos anos atrás e que aqui deixaram marcas, tambem na cultura tradicional e no folclore, participou no evento o Rancho Folclórico de Canelas, digno representante e fiel embaixador do folclore e etnografia de Vila Nova de Gaia. Após a extraordinária actuação que este grupo realizou e que a todo publico agradou , sobe ao palco montado no meio dos sobreiros das velhas Fazendas o seu Rancho. O Rancho que ali nasceu, que ali fez os primeiros ensaios, com familias que ali moravam e eram guardiãos de uma riqueza incálculavel- um folclore puro, genuíno, autêntico e não deturpado, e bem perto da casa onde teve a primeira sede , Os Fazendeiros de Montemor-o-Novo iniciam a actuação com o tema Caiu a Laranja, e logo após dizem que aquela não seria uma actuação dita normal. E não foi!!!
Foi uma noite de recordar, musicas e danças que há anos, muito do publico não escutava. Não obrigados a qualquer tempo de actuação, durante 40 minutos este grupo recordou melodias e danças muito antigas, algumas delas nunca apresentadas nos grandes palcos. Foi uma noite em casa, cheia de simbolismo tendo entre o publico varias gerações de antigos elementos do grupo que com a emoção à flor da pele, agradeceram ao grupo o facto de continuar a ter força para seguir em fente, vencendo as dificuldades e nunca renegando o seu passado , pelo contrário, orgulhosos do passado fazendo o presente a pensar no futuro.

É assim este grupo. Simplesmente assim!
Simples!


1 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial